Grimorio do Papa Honório

Grimorio do Papa Honório

Grimorio do Papa Honório

 

GRIMOIRE do PAPA HONÓRIO 

Um grimorio é um livro de magia ou bruxaria, onde todo o tipo de segredos mágicos são ali inscritos e conservados em escritos muitas das vezes encriptados com códigos e fórmulas secretas, de forma a quem leia o texto não alcance os verdadeiros segredos ali anotados.

O próprio são Cipriano usou essa técnica ao escrever os seus próprios grimorios, sendo que são Cipriano avisou – em notas deixadas no Flos Sanctorum – que ele intencionalmente deixou a sua obra repleta de códigos secretos e encriptações, por forma a quem estivesse a ler o texto entendesse uma coisa, e porem apenas quem tem a chave para ler o lado secreto e encriptado desse mesmo texto, é que conseguirá verdadeiramente entender aquilo que ali está dito.

Por isso mesmo se diz:

O livro de são Cipriano muita gente tem, e porem o verdadeiro livro por detrás do daquele que as pessoas comuns leem, isso pouquissma gente tem!, e por isso:

na verdade o Livro de são Cipriano são dois livros: um é aquele que toda a gente lê, e o outro é aquele que está encriptado e oculto nos textos que todos lêem, e que apenas quem detêm a chave de desencriptação consegue aceder e ler os seus verdadeiros segredosn, (e significados), por detrás da aparência da mera palavra superficial, eis que isso poucos tem.

Pois então:

Olhai que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

«Todos os grandes magos, inclusive Jesus, o Cristo, ocultavam a verdade sob parábolas (…) faziam-no propositadamente e, por isso, Jesus costumada dizer: «Ouçam os que tem ouvidos para ouvir», isto é, «entendam-me os que tem capacidade para me entender», pois os outros não devem mexer com coisas que desconhecem. 

Neste «elixir do amor», são Cipriano fala de «rabo de gato», e por isso muitos incautos podem ter morto um gato, a fim de lhe cortar o rabo. (…) apanham-se dois olhos de gato – são Cipriano referia-se aqui a uma das plantas pertencentes a 90 géneros e 1.500 espécies (…) geralmente conhecidas por «olho de gato»

Obra de são Cipriano em textos extraídos do Flos Sanctorum, capitulo sobre «trabalhos de magia de são Cipriano», versando sobre «magia do elixir do amor», pagina 35-36

Pois assim sendo:

O erro mais comum do observador inexperiente ou desconhecedor das artes do espírito e das obras de são Cipriano, é ir ler aquilo que está escrito «á letra», sem entender que a letra daquilo que está escrito não deve ser lido «á letra» mas sim á luz de um certo saber oculto e espiritual, pois que se está falando de realidades espirituais que devem ser olhadas aos olhos do espírito, e não aos olhos da compreensão mundana.

Por isso mesmo:

Poucos são aqueles que conseguem verdadeiramente extrair dos manuscritos o verdadeiro sentido da feitura das magias, e por vezes nem mesmo entendem para que na verdade certas magias servem.

Olhai por isso:

Quando se fala de um feitiço de invisibilidade, não se esta realmente dizendo que uma pessoa ficará invisível no corpo, mas sim se pretende que a pessoa em questão consiga saber e ver daquilo que ela quiser sem estar fisicamente presente com o seu corpo num certo local, mas sim que o seu espírito possa ver e saber tais coisas, e isso é conseguido através de certos processos espirituais.

E assim sendo:

Como podereis assim compreender agora, a chave da leitura da obra de são Cipriano não reside apenas nas letra da palavra que está escrita nos seus manuscritos, mas sim essa chave reside da sabedoria que permite compreender essa palavra e os mistérios do espírito que ela encerra em segredo, e essa chave nem todos podem a ela aceder, pois conforme Jesus disse:

Aos que estão de fora, tudo se lhes propõem em parábolas, para que os olhem mas não vejam, escutem mas não compreendam

Marcos 4, 11-12

Pois então:

Também são Cipriano da mesma forma escreveu os seus saberes ocultos, para que não fosse aquele que está de fora destas realidades espirituais, ir e meter a mão no que desconhece.

Houve grimorio importantes, e o mais curioso é que até um Papa daIgreja Católica Apostólica Romana teve o seu próprio grimorio, pois que também ele lidou nas artes da magia negra.

Nesse grimorio do Papa Honório, estava descrita a hierarquia infernal de demónios e seus nomes, (conforme a tese e a crença que o seu autor professava),  pois esse saber é fundamental seja para estabelecer comercio oculto com as entidades demoníacas, ou seja para as invocar e encomendar feitos mágicos.
Do Grimoire do Papa Honório:

Principais espíritos infernais:

Satanás – Imperador;

Beelzebub – Príncipe;

Astarot – Grão Duque.

Espíritos superiores:

Lucifage Rofocale – Primeiro ministro;

Satanchia – Grande general;

Agaliarept – General;

Feurety – Tenente comandande;

Sargantanas – Major;

Nebiros – Marechal de campo.

Espíritos subordinados:

Bael;

Bathim;

Agares;

Pursan;

Marbas;

Abigar;

Pruslas;

Loray;

Aamon;

Valefar;

Barbatos;

Forau;

Buer;

Ayperos;

Gusoyn;

Nuberus;

Botis;

Glasyabolis.

quer um poderoso trabalho de magia negra?

quer um poderoso trabalho de bruxaria?

escreva para: altar.cipriano@gmail.com

Anúncios